Mulheres atingidas do MAB realizam plenária formativa na capital paulista

No encontro, as mulheres discutiram as principais pautas que o MAB defende neste Dia Internacional da Mulher (8 de março) e foram convocadas para a manifestação que acontece na Avenida Paulista

Plenária contou com participação de atingidas de São Paulo (SP) e Guarulhos (SP). Foto: Comunicação MAB

No último sábado, 05, o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) realizou a Plenária das Mulheres Atingidas com 150 mulheres da capital paulista e de Guarulhos (SP) para discutir os impactos da atual conjuntura política em suas vidas e as ações relacionadas ao Dia Internacional das Mulheres.

A dinâmica do evento incluiu atividades culturais e debates sobre a importância da auto-organização e da unidade das atingidas na luta contra a violência, contra o aumento do preço da luz, da água e dos alimentos e a favor de políticas de segurança para os atingidos (as) e de crédito especial para as mulheres atingidas pelas enchentes no estado.

No encontro, também foi relatado o descaso do atual governo federal com relação às políticas sociais durante a pandemia, o que causou a insegurança alimentar em muitas famílias em que mulheres foram excluídas de programas assistenciais, tendo dificuldades para garantir a alimentação dos filhos.

Durante suas falas, as militantes reforçaram a importância da organização e da unidade na luta feminista para a reivindicação de políticas públicas e a construção de uma nova sociedade mais justa e igualitária. Também foi reforçada a convocação para a manifestação de 08 de Março, na Avenida Paulista, na grande luta em apoio a todas as mulheres da classe trabalhadora e em protesto contra a política neofascista do governo Bolsonaro.

Além das mulheres atingidas, a plenária contou também com a presença de parceiras do MAB, tais como Fernanda Curti, secretária estadual de mulheres do PT / SP, Paola Miguel, vereadora de Campinas (PT), Juliana Cardoso, vereadora São Paulo (PT), Cadu, militante da Consulta Popular, Fermina, assessora parlamentar e militante da Marcha Mundial das Mulheres, Odete, assessora da deputada estadual Márcia Lia e do deputado federal Alencar Santana, Cida, da CMP e CEPROSIG, e muitas outras assessoras, militantes e lideranças parceiras do Movimento.

Café da tarde coletivo partilhado entre as mulheres e crianças presentes no encontro. Foto: Comunicação MAB

A programação do evento incluiu um café da tarde coletivo, onde foram partilhados alimentos entre as mulheres e as crianças presentes. As crianças também participaram da plenária através da ciranda infantil, um espaço educativo onde elas podem brincar e realizar atividades pedagógicas enquanto suas mães participam dos debates.

Mulheres, água e energia não são mercadorias!

Mulheres atingidas na luta em defesa da vida, por um projeto energético popular e Bolsonaro nunca mais!

Conteúdos relacionados
| Publicado 08/03/2022 por Coletivo Nacional de Comunicação do MAB

Dia Internacional das Mulheres: Integrantes do MAB participam de atos em todo o Brasil

“Pela Vida das Mulheres, Bolsonaro nunca mais! Por um Brasil sem machismo, sem racismo e sem fome!” é o lema nacional das mobilizações deste ano

| Publicado 12/02/2022 por Coletivo Nacional de Comunicação do MAB

Atingidas de todo o Brasil se organizam para Jornada de Lutas de Março

O mote das lutas deste ano será: “Pela vida das mulheres. Bolsonaro Nunca mais! Por um Brasil sem machismo, racismo e fome.”

| Publicado 08/03/2022 por Coletivo de Comunicação MAB RS

8M| Atingidas se somam à ocupação da Secretaria da Agricultura em Porto Alegre/RS

Mulheres do campo e da cidade exigem do governo do estado ações emergenciais para apoiar agricultoras e agricultores atingidos pela seca