MAB realiza ação de plantio de mudas em celebração ao Dia da Amazônia em Belém (PA)

Integrando a Campanha Plantando Vidas, a ação de recuperação ambiental também prestou homenagens ao Padre Bruno Sechi, fundador do Movimento República de Emaús

Militantes do MAB, funcionários da Embrapa, integrantes do Emaús e comunidade na ação de plantio realizada na sede do Movimento República de Emaús. Foto: Cleidiane Vieira

Na manhã da última quinta-feira, 09, o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), junto ao Movimento República de Emaús, entidade de defesa dos direitos da criança e do adolescente em situação de risco na Amazônia, e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), uniram-se para a realização da ação do plantio de mudas na sede própria do Emaús, localizada no bairro do Bengui na capital paraense. 

A ação, que integra a Campanha Plantando Vidas, foi pensada e organizada em alusão ao Dia da Amazônia (05/09) e em memória à vida e trajetória de luta do Padre Bruno Sechi, que fundou o Movimento República de Emaús na década de 70 e faleceu em 2020, somando-se ao alarmante número de vítimas de complicações da Covid-19 no Brasil

“O Padre Bruno Sechi foi um exemplo muito grande para todos os lutadores da Amazônia, foi um semeador, deixando um legado enorme e fundamental. Assim, no dia 5 de setembro, Dia da Amazônia, e diante dos tantos ataques ao meio ambiente e ao povo, prestar essa homenagem a ele também é fazer resistência”, destaca Iury Paulino, coordenador do MAB. 

Plantio de mudas de açaí e pau preto. Fotos: Cleidiane Vieira

Como ato simbólico a essa homenagem foi plantada uma Sumaúma (Ceiba pentandra (L) Gaertn), árvore considerada “rainha da Amazônia” ou “mãe-das-árvores”, perpetuando a força e proteção para quem vive na região. Ela representa o histórico de perseverança do Padre Bruno Sechi e dos movimentos sociais, instituições e entidades que atuam em defesa da soberania dos povos amazônicos. Na ação de plantio, também foram cultivadas sementes de açaí e transplantadas plântulas de ipê rosa (Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos), pau preto e ixora (Ixora coccinea L) no viveiro de mudas do Emaús, que serão utilizadas na arborização e paisagismo da sede do movimento e distribuídas pela cidade de Belém.

Sobre a Campanha Plantando Vidas 

Mudas de Pau-preto gênero Dalbergia. Foto: Cleidiane Vieira

Impulsionada pelo lema “Defender a Amazônia é defender a vida”, a campanha Plantando Vidas teve início em 2019, coordenada pelo MAB e já realizou o plantio de milhares de mudas, principalmente nos estados da região Norte, visando combater a destruição da Amazônia e, ao mesmo tempo, contribuir para a recuperação de áreas devastadas pela degradação ambiental. 

Em Belém (PA), uma de suas ações consiste no processo de revitalização do viveiro de mudas da sede do Emaús. Além disso, a campanha também fornece mudas para diversas ações de plantio na região metropolitana da capital, uma parceria entre o MAB, ADAI, Movimento República de Emaús com apoio da Organização Koinonia e acompanhamento técnico da Embrapa.


Tags: #Amazônia, #Belém, #PlantandoVidas, #Reflorestamento;

Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho

| Publicado 16/09/2021 por Coletivo Nacional de Comunicação do MAB

MAB defende Política Nacional de Direitos das Populações Atingidas por Barragens em audiência do Ministério Público

A proposta do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) é criar um marco regulatório para coibir a violação de direitos humanos praticada sistematicamente por grandes empreendimentos a partir construção de barragens

| Publicado 22/09/2021 por Coletivo de Comunicação do MAB PA

Dia da Árvore: Cuidar de nossas árvores é cuidar da vida!

MAB realiza ação com roda de conversa sobre preservação e diversidade da Amazônia em Belém (PA)

| Publicado 26/08/2021 por Coletivo Nacional de Comunicação do MAB

Movimentos homenageiam Dema, assassinado há 20 anos na Amazônia

Dema foi mais um mártir da luta pelos direitos dos povos do campo e da floresta, na região Norte do Brasil.