Dia da Árvore: Cuidar de nossas árvores é cuidar da vida!

MAB realiza ação com roda de conversa sobre preservação e diversidade da Amazônia em Belém (PA)

Militantes do MAB, funcionários da Embrapa, integrantes do Emaús e da Igreja Anglicana no viveiro do Emaús em ação para o Dia da Árvore

Em comemoração ao Dia da Árvore, o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), juntamente à Igreja Anglicana, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Movimento República de Emaús e mulheres do bairro do Bengui realizaram na manhã da terça-feira, 21, uma ação na sede do Emaús em Belém (PA). Na ocasião, aconteceu uma roda de conversa sobre a importância de salvaguardar as sementes das árvores nativas da Amazônia, árvores geradoras de vida e diversidade ambiental para o planeta, que oferecem frutos, ar puro, sombra, bem estar e vida em abundância. 

A proposta do plantio de sementes é também uma estratégia de conscientização e difusão de um conceito de equilíbrio entre natureza e sociedade. Jaqueline Damasceno, militante do MAB no Pará comenta sobre a relevância dessas agendas. “Para nós, do MAB, é muito importante celebrar o Dia da Árvore, porque amplia a reflexão sobre a Amazônia, e, por consequência, sobre a vida. É um dia de celebração de toda a nossa riqueza e diversidade, mas também dos enfrentamentos em prol do meio ambiente”. 

Afirmar o compromisso com a redução dos impactos ambientais na Amazônia é uma bandeira de luta de diversos movimentos interessados por justiça socioambiental. A Diocese Anglicana da Amazônia, que historicamente faz parte dessa jornada de combate, também uniu suas forças ao MAB, na atividade. 

Roda de conversa facilitada por Elizabeth Shimizu, representante da Embrapa

“É extremamente importante para nós participarmos dessa ação em conjunto. Queremos somar forças nas discussões e necessidades de cuidar da biodiversidade que vivemos, de construir um novo tempo, pois precisamos preservar a natureza e a vida das comunidades originárias, indígenas, ribeirinhas e quilombolas que vivem na nossa região e que são importantíssimas para a nossa casa comum. Queremos estar juntos nas discussões sobre as mudanças climáticas, sobre os impactos das barragens na biodiversidade e nas comunidades por elas atingidas”, declara Marinez Bassotto,, bispa da Diocese Anglicana da Amazônia da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil. 

Deste modo, por meio da roda de conversa que contou com a assessoria técnica da equipe da Embrapa foi possível proporcionar conteúdos informativos sobre como o componente arbóreo, tanto na natureza, como na área urbana, propicia o bem viver para a sociedade. 

“Essa ação é em alusão ao Dia da Árvore, e faz parte do nosso processo junto ao MAB de revitalizarmos o viveiro da sede do Emaús. Nessa ocasião, mostramos algumas das possibilidades que existem na floresta, vários tipos de sementes, árvores e o quanto esse meio ambiente traz benefícios a todos, já que somos componentes dessa natureza”, afirmou Elizabeth Shimizu, representante da Embrapa.

 Plantio de mudas no viveiro do Emaús

Após a formação, chegou o momento de colocar as ‘mãos na terra´ e dar continuidade ao processo de semeio e produção de mudas para o viveiro do Emaús, o qual está em processo de revitalização através da Campanha Plantando Vidas, uma parceria do MAB, Associação de Desenvolvimento Agrícola Interestadual (ADAI), com apoio da Organização Koinonia e acompanhamento técnico da Embrapa. Ao todo, foram transplantadas da sementeira 100 mudas de Açaí e de Ipê Rosa, que posteriormente serão distribuídas em ações de plantio dentro da região metropolitana de Belém. 

Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho

| Publicado 09/08/2021 por Anna Batista - Coletivo de Comunicação do MAB

Viveiro de mudas do Emaús em Belém (PA) é revitalizado através de campanha “Plantando Vidas”

Ação de reflorestamento realizada pelo Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) em parceria com organizações ADAI e Koinonia visa promover recuperação de áreas degradadas com mudas nativas

| Publicado 12/08/2021 por Coletivo de Comunicação do MAB PA

MAB realiza mais uma ação solidária na capital paraense através da Campanha “Proteja e Salve + Vidas”

A distribuição das 135 cestas básicas em Belém faz parte de um conjunto de ações realizadas em parceria com a organização ADEVIMA e a Fundação Banco do Brasil. Ao todo, desde maio deste ano, já foram doadas 1.780 cestas no estado do Pará.

| Publicado 22/07/2021 por Coletivo Nacional de Comunicação do MAB

Prefeitura de Altamira aponta necessidade de retirar mais 56 imóveis da área da “Lagoa”

Laudo amplia número de imóveis considerados inviáveis de serem ligados ao sistema de saneamento e reconhece a responsabilidade da Norte Energia sobre a remoção das famílias