MAB apresenta pauta de reivindicações à prefeitura de Porto Alegre sobre direitos dos atingidos

Diretor do DMAE dá resposta burocrática e que não atende às demandas da população

Na tarde desta sexta-feira (19), os coordenadores dos grupos de base do MAB em Porto Alegre estiveram reunidos com o diretor do Departamento Municipal de Água e Esgotos (DMAE), Alexandre Garcia. Estavam presentes vereadores e assessores dos mandatos de Jonas Reis, Karen Santos, Laura Sito, Matheus Gomes e Leonel Radde.

Inicialmente, o MAB havia solicitado a reunião direta com o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, no entanto o gabinete do prefeito direcionou para o DMAE. A reunião faz parte das ações do Dia Internacional de Luta contra as Barragens, pelos Rios, pelas Águas e pela Vida, organizadas pelo Movimento em todo o Brasil.

Durante a reunião, as lideranças apresentaram ao diretor do departamento propostas, pautas e reivindicações, principalmente, as relacionadas ao abastecimento de água e a manutenção da barragem da Lomba do Sabão, que corre risco de rompimento. O documento apresentado é fruto de uma construção coletiva e de intensos debates realizados desde o ano passado nas comunidades onde o movimento tem atuação na cidade.

Lomba do Sabão

“Não temos dúvida que todas estas pautas e reivindicações são extremamente viáveis, justas e necessárias, e nos colocamos desde já, à disposição para ajudar a efetivá-las”, aponta o documento do MAB, que já foi apresentado em outubro de 2020, antes do primeiro turno das eleições, aos candidatos a vereador e a prefeito e vice-prefeito pelos partidos do campo democrático-popular.

 As reivindicações do MAB foram apresentadas ao DMAE em três eixos: medidas de acesso à água, os direitos das populações atingidas por barragens, enchentes e obras hídricas de Porto Alegre e medidas de acesso à energia elétrica e gás de cozinha. No entanto, no que diz respeito à competência do departamento, as respostas do diretor foram burocráticas, vazias e não satisfatórias, desviando o foco das questões centrais, colocando o problema na mão de outros responsáveis.

 “Sabemos dos limites da realização de reuniões online, mas acreditamos que o povo tem muito a contribuir e precisa ser mais escutado. É do povo que nasce a esperança para a construção de uma cidade e de um mundo mais justo, solidário e fraterno”, argumentou Maria Aparecida Luge, da coordenação municipal do MAB, moradora da Lomba do Pinheiro.

Ela arrematou dizendo que se por um lado a população está disposta a ajudar, por outro lado, a prefeitura e o DMAE precisam cumprir o seu papel na gestão pública e resolução dos problemas enfrentados nas comunidades. “Não é o que ouvimos do diretor”, concluiu a coordenadora do MAB. Ficou encaminhado que haverá uma nova reunião com o diretor do Departamento Municipal de Água e Esgoto, onde o MAB espera ouvir respostas mais concretas e efetivas para as demandas apresentadas.

Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho

| Publicado 09/04/2021 por Movimento dos Atingidos por Barragens - Rio Grande do Sul

Em reunião da Câmara de Porto Alegre, prefeitura minimiza riscos da Lomba do Sabão; MAB cobra medidas de segurança

Representante do DEMHAB (Departamento Municipal de Habitação) da prefeitura de Porto Alegre nega risco de rompimento da barragem, mas não apresentou laudo técnico que comprove a afirmação

| Publicado 19/07/2021 por Coletivo de Comunicação MAB RS

Atingidos pela Barragem de Lomba do Sabão cobram reparação de danos em audiência pública em Porto Alegre

Durante encontro na Câmara dos Vereadores, moradores do Bairro Lomba do Pinheiro pediram celeridade em questões como regularização fundiária para os atingidos, limpeza do entorno da barragem e um Plano de Ações Emergenciais para o caso de rompimento

| Publicado 03/11/2020 por Grasiele Be / Coletivo de Comunicação MAB

Encontro do MAB reúne candidatos à prefeitura e Câmara de Porto Alegre

Reunião ocorreu no último sábado (31) com participação de atingidos e entrega de documento com reivindicações para o próximo período