Atingidos do Paraná fazem mobilização por direitos

Cerca de 200 atingidos por barragens estão fazendo uma manifestação pública em frente ao Instituto Ambiental do Paraná (IAP), em Pato Branco, para cobrar seus direitos. A atividade faz parte […]

Cerca de 200 atingidos por barragens estão fazendo uma manifestação pública em frente ao Instituto Ambiental do Paraná (IAP), em Pato Branco, para cobrar seus direitos. A atividade faz parte das mobilizações nacionais do MAB iniciadas ontem (5), por ocasião do Dia Mundial do Meio Ambiente.

Os atingidos exigem a definição de um plano de remanejamento para as famílias atingidas pelas barragens da bacia do rio Chopim e um projeto de desenvolvimento regional para o entorno de Salto Santiago. Além disso, querem projetos de incentivo à produção, como a implantação de cisternas e placas solares.

O objetivo é conseguir agendar audiências com o governo federal e estadual para encaminhar essas pautas.

O ato conta com a participação do MST, de entidades ligadas à agricultura familiar e sindicatos locais de categorias como professores, rodoviários e bancários.