Fundação do MAR – Movimiento de Afectados por Represas

Durante o 4º Encontro Internacional de Ciências Sociais e Barragens, realizado na Universidade Federal da Fronteira Sul, em Chapecó (SC), entre os dias 19 e 23 de setembro, foi fundado o Movimiento de Afectados por Represas na América Latina (MAR), constituído por organizações de 12 países, México, Colômbia, Brasil, Chile, Honduras, Guatemala, Bolívia, El Salvador, Argentina, Peru, Brasil e Cuba.

Desde 2010, essa organização de movimentos populares que fazem a luta contra as barragens estava sendo gestada. Nesses anos, foram se intensificando as articulações internacionais na América Latina a partir da análise de que os problemas dos atingidos e a forma de atuação das empresas e dos estados nacionais eram praticamente os mesmos no que se refere a construção de barragens e violações de direitos.

Go Back
Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho

| Publicado 03/06/2020

Solidariedade ao povo Munduruku pela perda do Cacique Vicente Saw e professor Amâncio

O Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) manifesta seu pesar pelo falecimento do Cacique Vicente Saw Mundukuru, 71 anos, e do professor Amâncio Ikon Mundukuru, 60 anos, das lideranças históricas do povo Munduruku.

| Publicado 05/06/2020

Não Pagar, não cortar!

Frente à crise que o mundo está vivendo com a pandemia do Covid-19 e o aumento da sua transmissão no Brasil, o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) propõe uma série de medidas para proteger a vida dos trabalhadores e das trabalhadoras do país. Para isso é fundamental garantir a isenção de tarifas de serviços essenciais

| Publicado 05/06/2020

Coração da Divisa: documentário aborda conflito entre comunidade tradicional e mineradora

Exploração minerária colocará em risco território remanescente da mata atlântica em Minas Gerais