Atingidos recebem secretário da Secretaria de Direitos Humanos do Maranhão em Aurizona

Representante da Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) visitou pontos do distrito – que pertence a Godofredo Viana (MA) – impactados pela ruptura de uma barreira em mina de ouro há seis meses

Na última quarta-feira, 22 de setembro, o secretário de Direitos Humanos e Participação Popular do do Maranhão, Francisco Gonçalves, esteve em Aurizona, distrito de Godofredo Viana (MA), para avaliar a situação da comunidade.  Em março deste ano, o distrito foi atingido pelo rompimento da barragem secundária de mineração denominada Lagoa de Pirocaua, da empresa Equinox Gold, que causou a contaminação das principais fontes de água doce da região. O secretário visitou alguns pontos que foram impactados, como a Lagoa de Juiz de Fora, que se encontra interditada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e ainda assim segue sendo utilizada pela mineradora Equinox Gold para o abastecimento da comunidade.

Em sua visita o Secretário também foi indagado quanto aos laudos da água feitos pelo ICMBio, pela Secretaria de Meio Ambiente (SEMA) e pela Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão – CAEMA, que não foram disponibilizados para o conhecimento da população. Os moradores cobraram ainda respostas em relação à proteção dos atingidos que vivem em contexto de ameaças, criminalização e perseguição por parte da mineradora.

Secretário Francisco Gonçalves visitou pontos da comunidade que foram impactados pelo rompimento.

O rompimento que aconteceu há seis meses deixou mais de quatro mil pessoas sem água potável. Até o momento, o problema da água na comunidade ainda não foi resolvido de forma permanente.

ÁguasParaVidaNãoParaMorte

Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho

| Publicado 24/09/2021 por Coletivo de Comunicação do MAB SP

MAB realiza protestos contra os aumentos no preço da luz em todo o país

As ações fazem parte da jornada de lutas contra os preços abusivos da energia elétrica.

| Publicado 22/09/2021 por Coletivo de Comunicação do MAB PA

Dia da Árvore: Cuidar de nossas árvores é cuidar da vida!

MAB realiza ação com roda de conversa sobre preservação e diversidade da Amazônia em Belém (PA)

| Publicado 26/09/2021 por Coletivo de Comunicação MAB MA

Após seis meses do rompimento de barragem da Equinox Gold, distrito de Aurizona (MA) segue sem acesso à água potável

Ruptura de barragem da mineradora Equinox Gold devastou Rio Tromaí e deixou 4 mil famílias sem água em Aurizona, distrito de Godofredo Viana (MA)