MAB denuncia aumentos abusivos da tarifa de energia em audiência na Câmara dos Deputados

Audiência, que acontece na próxima segunda (16), vai debater aumento da tarifa de energia. ANEEL, Agência Nacional de Águas (ANA) e Coletivo dos Eletricitários também foram convidados para a sessão

Na próxima segunda (16), o MAB participará de uma audiência na Câmara dos Deputados para discutir o aumento abusivo nas tarifas de energia. A atividade acontece às 14h e será transmitida pela internet.

O MAB e a Plataforma Operária e Camponesa da Água e Energia (Pocae) já vêm denunciando os mecanismos adotados pelo governo federal para onerar cada vez mais a conta de luz das famílias e garantir lucros exorbitantes para as empresas do setor elétrico.

A maior preocupação neste momento é a precarização da situação das famílias da classe trabalhadora, que também sofrem com o aumento do preço dos alimentos da cesta básica e do gás de cozinha, além da redução do auxílio emergencial. Além disso, o setor industrial e de serviços, que ainda se recuperam da crise da Covid-19, devem embutir o aumento da conta de luz em todas as mercadorias e serviços básicos consumidos pela população.

Com a alegação da crise hídrica, o governo anunciou no último mês de junho a ativação da tarifa vermelha. Por isso, houve um reajuste de 52% na bandeira vermelha patamar 2 – o que significa um acréscimo de R$ 9,49 por cada 100 KWh consumidos. Há, além disso, outros mecanismos que impactam na tarifa, com destaque para a privatização da Eletrobras, que, pelos cálculos do Movimento, deve provocar um aumento de 25% nas tarifas nos próximos anos.

A audiência está sendo articulada pelos deputados João Daniel (PT/SE), Waldenor Pereira (PT/BA), Nilto Tatto (PT/SP), Valmir Assunção (PT/BA), Patrus Ananias (PT/MG) e Marcon (PT/RS). Além do MAB, foram convidados para o debate a ANEEL, o Coletivo Nacional dos Eletricitários (CNE) e a Agência Nacional de Águas (ANA), entre outras organizações.

Serviço

Audiência pública sobre os aumentos abusivos na tarifa de energia na Câmara dos Deputados.

Data: 16 de agosto de 2021, segunda-feira, às 14 horas.

A atividade será transmitida por este link.

Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho

| Publicado 03/09/2021 por Coletivo Nacional de Comunicação do MAB

Plenária da POCAE discute cenário de crise no setor energético brasileiro

Plataforma Operária e Camponesa da Água e Energia (POCAE) convidou diferentes entidades e movimentos populares para analisar as causas e os impactos dos aumento dos preços da energia e dos combustíveis na vida dos brasileiros

| Publicado 01/12/2020 por Portal Vermelho

Aneel adota bandeira vermelha e conta de luz fica mais cara

Segundo comunicado da agência, os consumidores pagarão R$ 6,243 por 100 quilowatts-hora a partir deste mês. Bolsonaro defendeu medida

| Publicado 16/08/2021 por Coletivo Nacional de Comunicação do MAB

Em audiência na Câmara, MAB cobra esclarecimentos da Aneel sobre aumentos abusivos na energia

Atualmente, a tarifa de energia do Brasil é a segunda mais cara do mundo.