Atingidos por barragens recebem cestas de alimentos no Mato Grosso

Ações de solidariedade são realizadas no estado; fruto de parceria entre MAB e APEMA, com o apoio da Misereor e beneficiam famílias atingidas

O Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), em parceria com a Associação de Proteção ao Meio Ambiente (Apema) fez a entrega de 50 cestas básicas e kits de higiene e 400 máscaras as famílias atingidas pela UHE Sinop, na Gleba Mercedes e no reassentamento rural coletivo, no município de Sinop (MT).

As entregas ocorreram durante o mês de março. Neste mesmo período o estado ultrapassou os 250.000 mil casos confirmados da Covid-19.

As cestas de alimentos e kits de materiais de higiene foram adquiridos através do projeto “A luta e resistência dos atingidos/as por barragens, defensores/as de direitos humanos pela vida e pela Amazônia” – apoiado pela MISEREOR.

Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho

| Publicado 20/03/2021 por Proteja Amazônia

Mais de 200 famílias atingidas pela UHE Sinop em MT esperam decisão judicial por indenização

Famílias que perderam suas terras para a hidrelétrica de Sinop alegam terem sido coagidas pela Companhia Energética Sinop (CES), que tem como acionista majoritária a estatal francesa Electricité de France (EDF)

| Publicado 14/06/2020

Pandemia e queimadas: uma combinação perigosa na Amazônia

Com índices de desmatamento elevados, região, que já sofre com aumento de internações por problemas respiratórios durante o período de queima, agora teme por ocupações dos leitos com avanço dos casos de Covid-19

| Publicado 08/06/2020

Atingidos do Pará distribuem cestas básicas para mil famílias

A ação de solidariedade teve como objetivo auxiliar famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica devido à pandemia de covid-19 na região amazônica.