Risco de rompimento de barragem deixa desabrigados em Betim (MG)

Famílias foram retiradas de forma preventiva após fortes chuvas provocarem erosão em barragem de acumulação de água

Cerca de 70 pessoas precisaram sair de suas casas na madrugada desta quarta-feira (17) devido erosão em uma pequena barragem de acumulação de água em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte.

MAB-MG

As fortes chuvas na região aumentaram o nível de água da barragem, fazendo com que uma erosão e uma falha no sistema de drenagem elevassem o nível do córrego Estiva.

As famílias, que moram às margens do córrego foram retiradas de suas casas de forma preventiva e direcionadas para um abrigo na Escola Municipal Maria da Penha dos Santos Almeida.

O Movimento dos Atingidos por Barragens esteve no local, algumas famílias estão na casa de parentes e amigos.

Em entrevista à rádio Itatiaia, o Marjor da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais (Cedec) explicou a situação técnica da barragem.

“Na verdade, ela teria ficado por um lapso temporal sem o sistema de drenagem funcionando. Com isso, o nível de água subiu consideravelmente, causando uma pressão nessa estrutura. Depois, acreditamos que esse sistema de drenagem voltou a funcionar, ou então poderia ter sido algum outro caminho alternativo que a água achou nessa barragem, e essa água começou a vazar novamente, inclusive elevando o nível do córrego”, afirmou o representante do Cedec.

O Corpo de Bombeiros informou que a barragem está sendo esvaziada para um nivelamento técnico. Segundo a Prefeitura de Betim, as alterações na pequena barragem não interferem na barragem do reservatório Vargem das Flores.

O Movimento dos Atingidos por Barragens está prestando solidariedade e acompanhando a situação das famílias desabrigadas e em diálogo com as autoridades para que a população retorne para suas casas de forma segura.

Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho

| Publicado 10/02/2021 por ANAB, CASEC, MAB, MAM, PSOL, PT

Prejudicados por acordo bilionário, atingidos pelo crime da Vale em Brumadinho acionam STF

Com o apoio de ANAB, CASEC, PSOL e PT, ação reivindica escuta e reparação integral dos danos na bacia do rio Paraopeba

| Publicado 25/02/2021 por Coletivo de Comunicação MAB MG

Um ano após grande enchente, comunidades em Raul Soares (MG) vivem outro alagamento e culpam Brookfield, proprietária de barragem

Atingidos cobram plano de prevenção da empresa junto ao poder público para resolver situação

| Publicado 08/02/2021 por Movimento dos Atingidos por Barragens - Paraná

No Paraná, agricultores atingidos pela PCH Bedin têm área de plantio alagada

Com chuvas acima da média no sudoeste do estado e mudança no leito do rio pela barragem da PCH Bedin, 14 propriedades sofreram prejuízos