Atingidos de Barra Longa organizam entregas de cestas básicas em Minas Gerais

As entregas foram feitas nessa sexta-feira (21) pelos atingidos do município, com 16 cestas básicas e 50 máscaras doadas

Estamos vivendo em nosso país uma crise política, econômica e de saúde. Neste momento é fundamental estar junto do povo e tentar transformar a realidade. Por isso, o caminho da solidariedade nesse período difícil de pandemia, está se mostrando o caminho mais consciente e urgente. 

A solidariedade ressurge como uma das saídas, como um ato de cuidado, de resistência e principalmente de sobrevivência. Estamos organizados para defender e praticar uma solidariedade viva, que esteja do lado do povo, que seja o povo se fortalecendo, se organizando e melhorando de vida.

Por isso, o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) está organizando uma campanha de solidariedade no município de Barra Longa, em Minas Gerais, atingido pelo rompimento da barragem de Fundão da mineradora Samarco, Vale e BHP Billiton em 2015. 

Foto: Comunicação MAB MG

A ação recolhe doações de alimentos e de recursos e faz a distribuição de cestas básicas e de máscaras para as famílias que estão precisando. Quase cinco anos passados desde o rompimento, muito pouco ou quase nada foi devolvido ao povo atingido e hoje, muitas famílias atingidas enfrentam situação de vulnerabilidade social, principalmente agora com o agravamento com a pandemia. 

Até agora já foram doadas 16 cestas básicas e 50 máscaras no município. No país, o MAB já realizou ações emergenciais em 18 estados com entregas de cestas básicas, kits de higiene pessoal, máscaras e agasalhos. Todas fazem parte da campanha “Vamos Precisar de Todo Mundo” da Frente Brasil Popular. Em Barra Longa, a ação também faz parte da campanha Periferia Viva.

Foto: Comunicação MAB MG

Esse caminho da solidariedade tem no trajeto a realização de ações emergenciais e tem como direção a construção de políticas públicas e do poder popular. A campanha combate não só os efeitos do coronavírus, mas também deste governo genocida. Ela é uma resposta aos ataques contra os direitos dos trabalhadores.

“A solidariedade constrói direitos e salva vidas”

Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho

| Publicado 19/08/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens - Paraíba

Na Paraíba, MAB entrega mais de 10 toneladas de alimentos em parceria com governo do estado

Em parceria com o governo do estado, o movimento entregou cestas básicas para mais de mil famílias atingidas pela barragem de Acauã

| Publicado 03/02/2020

A Vale Destrói, o Povo Constrói! Contribua na construção da Casa Solidária

Projeto para construção da casa de uma família atingida pelo crime da Vale, Samarco e BHP em Mariana

| Publicado 27/06/2020

No ES, campanha de solidariedade entrega cestas agroecológicas

Em parceria com o MPA, as cestas tiveram produtos sem agrotóxicos vindos da agricultura familiar