Atingidos manifestam contra o descaso da CEMIG no Projeto Veredas Sol e Lares, Vale do Jequitinhonha

CEMIG pausou o projeto do Veredas Sol e Lares e não mantém atingidos informados sobre a continuação da construção da usina

Na manhã de hoje (21) os atingidos organizados no Movimento dos Atingidos por Barragens – MAB realizaram uma ação de denúncia sobre o descaso da CEMIG com os atingidos das regiões do Vale do Jequitinhonha e Rio Pardo. A ação aconteceu na porta das sedes regionais da CEMIG nos municípios de Almenara, Araçuaí, Minas Novas, Salinas e Montes Claros, com um ato simbólico de poucas pessoas e faixas. 

A luta é em defesa do Projeto Veredas Sol e Lares, um projeto de P&D que tem como objetivo a construção de uma usina fotovoltaica na região de Grão Mogol, para atender mais de 1.250 famílias das duas bacias, Jequitinhonha e Pardo, com redução na conta de luz. Além disso o projeto também propõe e aponta para a ANEEL, as metodologias de participação social em P&Ds com desenvolvimento e participação popular. No Projeto Veredas o povo é o centro do planejamento e das pesquisas.

Há mais de um ano que a CEMIG não faz nenhum repasse financeiro para a Associação Estadual de Defesa Ambiental e Social, a AEDAS, associação responsável pela efetivação do projeto, causando um impacto muito forte em toda equipe do Veredas, afastando a equipe por falta de recurso financeiro,  perda de conhecimento acúmulo, gasto além do previsto com recurso público, falta de acesso a redução da conta de energia, limitação na participação popular no processo e redução no diálogo com a CEMIG. 

A CEMIG vem utilizando da pandemia da Covid-19 para manter o projeto na inércia, no entanto, antes da pandemia a empresa já havia parado de fazer os repasses. O acesso à área para construção da usina estava sendo negociado nos trâmites internos da empresa, sem nenhuma solução concreta. 

Todos os equipamentos necessários para a construção da usina já foram comprados e estão aguardado que a empresa faça o repasse e libere o acesso da área, que é direito do povo.

Além disso o projeto concorreu a um edital, e foi aprovado de forma legítima. O recurso de P&Ds, como é o caso do Veredas é um recurso que vem do público, e deve ser revertido em ações  afim de beneficiar do povo. Este é mais um direito que a CEMIG está negando aos atingidos.

No ato de hoje foi entregue em todas as cinco sede das regionais um ofício para convocação de uma reunião entre AEDAS, MAB e CEMIG para solucionar as pendências e para dar andamento ao projeto. 

Durante a semana vários deputados estaduais e federais solicitaram reunião com a empresa para ter uma resposta concreta, no entanto, a empresa continua sem retorno para os atingidos

Nós do MAB começamos o ano de 2021 com muita luta, porque um projeto tão bonito com tantos sonhos e lutas neles descritos não pode e não vai parar. Viemos em forma de denuncia chamar a atenção de toda a sociedade ao descaso que a CEMIG tem com o povo do Vale do Jequitinhonha e Rio Pardo.

Água e energia com soberania, distribuição da riqueza e controle popular!

Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho

| Publicado 27/06/2020

Usina solar, em MG, terá retorno das obras pós pandemia

Conquista dos atingidos vai gerar benefícios para 1200 famílias do norte de Minas Gerais

| Publicado 06/08/2020 por Coletivo de Comunicação MAB MG

Carta aberta em defesa da participação social no Projeto Veredas Sol e Lares

Projeto de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico Veredas Sol E Lares, no semiárido mineiro, deve continuar, reivindicam atingidos

| Publicado 11/07/2020

Em MG, famílias de baixa renda terão descontos nas contas de água e energia

Com pressão social, medida emergencial proposta por movimentos populares é sancionada pelo governo de MG; medida passa a valer a partir da publicação da PL 1.971/2020