Atingidos da comunidade Aguada Nova, em Araçuaí/MG, reformam creche comunitária

A Associação Comunitária e Infantil de Araçuaí, localizada na comunidade Aguada Nova, Vale do Jequitinhonha/MG, recebeu a solidariedade dos atingidos do MAB com uma reforma que proporcionou melhores condições para as famílias que fazem atividades na creche

A ASSOCIAR – Associação Comunitária e Infantil de Araçuaí, localizada na comunidade Aguada Nova, na região do Vale do Jequitinhonha/MG, recebeu a solidariedade dos atingidos organizados no MAB com uma reforma que teve o intuito de proporcionar melhores condições para as famílias que executam atividades na creche.

A estrutura da creche existe a pouco mais de 60 anos e o prédio estava bastante danificado. A reforma foi para a pintura, telhado, piso, paredes, conserto de janelas e outras pequenas coisas que estavam danificadas. O telhado antigo que em épocas de chuva apresentava goteiras e danificava as salas foi todo trocado.

Com a ajuda de pessoas da comunidade e doações de parceiros, os atingidos conseguiram arrecadar R$1.065,00 com rifas. Colaboradores doaram 4 sacos de cimento, 18 litros de tinta e 100 telhas e lixas. A solidariedade também veio das pessoas que ofereceram a alimentação das 20 pessoas que participaram dos mutirões.  

Para a atingida Ana Rodrigues, coordenadora do grupo dos atingidos da comunidade, o trabalho de base fortaleceu as iniciativas de solidariedade. “A reforma partiu de uma necessidade dos moradores, durante uma reunião, e foi por doações nossas mas também de outras pessoas fora da comunidade que nós reorganizamos o grupo e combinamos o mutirão” afirmou. 

Hoje a creche que atende crianças e também serve de apoio para as atividades da cidade, conta com um espaço mais organizado. A ASSOCIAR – Associação Comunitária e Infantil de Araçuaí, já realizou várias atividades de formação com crianças e jovens apadrinhados no local.

Para Leandro Rodrigues, militante do Movimento na região, a construção coletiva e a preocupação com o bem-estar da população tem despertado a importância do coletivo. Ele afirma que “é muito importante ver que as pessoas conseguem resolver alguns problemas da comunidade com união, doações e solidariedade. Isso constrói a força que o povo tem enquanto cidadãos e indivíduos que sabem dos seus direitos e que buscam melhor qualidade de vida” afirmou.  

Que a solidariedade, em tempos de violações de direitos, crise econômica e de saúde pública, possa proporcionar condições básicas de vida pros trabalhadores e trabalhadoras do nosso país.

Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho

| Publicado 22/04/2020

MAB distribui cestas básicas para atingidos por Belo Monte

Ação faz parte de campanha coletiva dos movimentos sociais do Xingu e contou com apoio de mais de 300 doadores de todo o país

| Publicado 24/04/2020

A Solidariedade Constrói Direitos e Salva Vidas, ES

A primeira fase da distribuição das cestas aconteceu no bairro Jesus de Nazaré, em Vitória

| Publicado 29/04/2020

Agricultores organizados no MAB entregam toneladas de alimento através do PAA, no Piauí

famílias agricultoras dos município de Palmeirais e Amarante no Piauí, realizaram a entrega de alimentos produzidos nas comunidades rurais dos municípios, por meio do PAA para o CRAS