MAB distribui cestas básicas para atingidos por Belo Monte

Ação faz parte de campanha coletiva dos movimentos sociais do Xingu e contou com apoio de mais de 300 doadores de todo o país

Pesagem de goma de tapioca produzida pelos ribeirinhos do Xingu para as cestas básicas

O Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) iniciou nesta quarta-feira (22/03) a distribuição de cestas básicas para famílias atingidas pela hidrelétrica de Belo Monte na cidade de Altamira (PA). As cestas são resultado de uma vaquinha virtual realizada pelos movimentos sociais da região do Xingu para auxiliar famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica por conta da pandemia de Covid-19.

Na cesta básica, além de itens essências como arroz, feijão e óleo, também estão incluídos produtos da agricultura familiar e de ribeirinhos das reservas extrativistas, como óleo de babaçu, castanha, farinha de mandioca e goma de tapioca.

Os movimentos seguiram um protocolo de higienização que envolveu uso de máscaras e luvas pelos voluntários e borrifamento frequente de álcool e solução de água sanitária nos veículos utilizados para a distribuição.

As famílias beneficiadas são moradoras de reassentamentos urbanos coletivos dos atingidos por Belo Monte, como Jatobá, Laranjeiras e Casa Nova, e também de bairros periféricos como Independente 1, Mutirão e Santa Benedita.  No dia de hoje, 30 famílias dos grupos de atingidos receberam a cesta. As doações vão continuar nas próximas semanas.

Militantes do MAB distribuem cesta para família no reassentamento Jatobá

Francinete Pinto, moradora do reassentamento Laranjeiras, ficou surpresa ao ver a quantidade de itens da cesta. “A gente estava precisando muito”, exclamou. A atingida tira seu sustento da venda de churrasquinho em frente à sua casa, mas com as recomendações de isolamento social, o movimento diminuiu muito. Ela ainda não conseguiu receber o auxílio emergencial.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social, 34.398 pessoas vivem com até R$ 89 por mês em Altamira. A população do município é estimada em 114.594 habitantes pelo IBGE. Ambos os dados são relativos ao ano de 2019.

“Tem muita gente nesses reassentamentos passando fome. Além dos efeitos da pandemia e da crise econômica, são famílias que nunca conseguiram se recuperar econômica, social e psicologicamente do impacto de Belo Monte”, afirma Edizângela Barros, da coordenação do MAB no Xingu.

Última etapa de higienização da cesta básica

A campanha de arrecadação, chamada “Ajude os povos de Altamira”, tinha como meta inicial arrecadar R$ 40 mil. A meta já foi superada, chegando a R$ 59 mil. Mais de 300 doadores de todo o país contribuíram através de uma plataforma de financiamento coletivo. A vaquinha também contou com apoio de celebridades como a apresentadora Bela Gil, o ator Sérgio Marone e a cantora Zélia Duncan. Ainda é possível fazer doações pelo link: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajude-os-povos-de-altamira

Além do MAB, a campanha conta com a participação do Movimento Xingu Vivo Para Sempre, Coletivo de Mulheres Negras Maria Maria, Coletivo de Mulheres do Xingu, Movimento de Mulheres Trabalhadoras do Campo e da Cidade, Centro de Formação do Negro e Negra da Transamazônica e Xingu, associações das Reservas Extrativistas do Rio Iriri, Riozinho do Anfrísio e Rio Xingu, Associação Indígena Kirinapan e Instituto Socioambiental. Nesta etapa, mais de 200 famílias indicadas por estes movimentos deverão ser beneficiadas.

Contribua com os atingidos por Belo Monte

Você também pode ajudar mais famílias atingidas por Belo Monte. Além dessa campanha, a Frente Brasil Popular também lançou uma vaquinha pela internet para continuar levando cestas básicas e produtos de higiene para famílias da periferia de Altamira. Doe pelo link: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajude-os-atingidos-por-belo-monte

Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho

| Publicado 20/04/2020

“Volta à normalidade é cenário distante”, afirma médica que atua no combate ao coronavírus

Entrevista com a médica Marina Farina, que atua em duas unidades de um hospital privado na Baixada Santista (SP) como plantonista do Centro de Terapia Intensiva

| Publicado 24/04/2020

A Solidariedade Constrói Direitos e Salva Vidas, ES

A primeira fase da distribuição das cestas aconteceu no bairro Jesus de Nazaré, em Vitória

| Publicado 29/04/2020

Agricultores organizados no MAB entregam toneladas de alimento através do PAA, no Piauí

famílias agricultoras dos município de Palmeirais e Amarante no Piauí, realizaram a entrega de alimentos produzidos nas comunidades rurais dos municípios, por meio do PAA para o CRAS