MAB se soma às centrais sindicais em Fortaleza

As centrais sindicais e movimentos sociais realizam manifestações em todo o país nesta quinta-feira (11) e em Fortaleza está acontecendo um grande ato unitário da classe trabalhadora na Praça do […]

As centrais sindicais e movimentos sociais realizam manifestações em todo o país nesta quinta-feira (11) e em Fortaleza está acontecendo um grande ato unitário da classe trabalhadora na Praça do Ferreira, no centro da cidade.

Além dos atingidos por barragens e dos sem terras, a mobilização contará também com a participação de metalúrgicos, químicos, comerciários, rurais, trabalhadores da alimentação, operários da construção civil, costureiras, empregados do setor de asseio e conservação, padeiros, motoboys, servidores, entre outros.

O Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) e as demais organizações estão nas ruas lutando contra as privatizações, pelo fim dos leilões do petróleo e das usinas hidrelétricas, por menores tarifas da energia elétrica, por reforma agrária, pelos direitos dos atingidos por barragens e pelo plesbicito para a reforma política, entre outros pontos.

Além dessas, as pautas dos trabalhadores contam com o fim do fator previdenciário; 10% do PIB para saúde; 10% do PIB para educação; redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais; valorização das aposentadorias; transporte público e de qualidade; mudanças nos leilões do petróleo; rechaço ao PL 4330; reforma política; reforma urbana e democratização dos meios de comunicação.

Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho