III ENGPECT e VIII FÓRUM (Encontro Nacional do Grupo de Pesquisa Estado, Capital, Trabalho/GPECT)

CONVITE   Prezada Profa. Geógrafa Ivanei Dalla Costa (em nome do MAB), o nome do MAB    (sendo extenso a sua pessoa) foi indicado para participar do IIIº ENCONTRO    […]

CONVITE

 

Prezada Profa. Geógrafa Ivanei Dalla Costa (em nome do MAB), o nome do MAB 

 

(sendo extenso a sua pessoa) foi indicado para participar do IIIº ENCONTRO 

 

NACIONAL e VIII FORUM do Grupo de Pesquisa ESTADO, CAPITAL, 

 

TRABALHO, que será realizado na cidade de São Cristóvão/SE no período de 19 a 21 

 

de agosto de 2015, e tem como central: AS (IR) RACIONALIDADES DO CAPITAL 

 

NOS TEMPOS E ESPAÇO DA BARBÁRIE, para proferir palestra, ao lado do Prof. 

 

Valdir Misnerovicz (MST) e da Profª Raimunda Aurea Dias de Souza (GPECT), na 

 

MESA 01: TERRITÓRIOS AMEAÇADOS: CONFLITOS E RESISTÊNCIAS, 

 

que ocorrerá no dia 20 de agosto às XXX no Auditório da Reitoria da Universidade 

 

A MESA em questão tem como ementa:

 

Discutir as formas em que se estabelece a extração direta e indireta de mais valor, no 

 

campo e na cidade, para a garantia da reprodução do capital; discutir as formas em que 

 

o agrohidronegócio se apropria do território favorecido pelo modelo de gestão que o 

 

Estado viabiliza mediante Políticas Públicas favorecendo o capital; refletir sobre os 

 

megas projetos hidrelétricos, mineiros, industriais, hidrovias e gerenciamento costeiro 

 

que desapropriam as comunidades locais, subordinando a unidade de produção 

 

autônoma familiar, no processo de monopolização e ou territorialização; Apresentar as 

 

diversas intervenções que se colocam na contramão desse processo, estratégias de 

 

permanência e resistência nos territórios, estabelecendo diferentes frentes de luta contra 

 

No caso de Aceite favor responder e devolver o mais URGENTE possível no 

 

email [email protected]                      Saudações 

 

Profª Alexandrina Luz Conceição/Coordenadora do GPECT

 

 

 

III ENCONTRO NACIONAL e VIII FÓRUM ESTADO, CAPITAL, 


TRABALHO.


GPECT/UFS – SergipeSE

 

AS (IR)RACIONALIDADES DO CAPITAL NOS TEMPOS E ESPAÇO DA 

 

21 a 23 de Agosto de 2015

 

É com grande satisfação que encaminhamos a 1a Circular do III ENGPECT e VIII 

 

FÓRUM (Encontro Nacional do Grupo de Pesquisa Estado, Capital, Trabalho/GPECT) 

 

que será realizado na Universidade Federal de Sergipe (Campus de São Cristóvão) de 

 

Nosso Tema do III ENGPECT está pautado na seguinte argumentação:

 

Desde 2009 vários países vivenciam os efeitos da recessão econômica. Na dimensão 

 

política os países da União Europeia tem sido os mais afetados: Grécia, Espanha, 

 

Portugal e Itália, estes, vem apresentando cenários de crise, com altos índices de 

 

desempregos, principalmente de jovens. Medidas draconianas vêm sendo adotadas para 

 

solucionar a crise e consequentemente, as perdas dos direitos trabalhistas, na figura 

 

do Estado como articulador de Políticas Públicas e Sociais. Nessa inscrição o Estado 

 

assume a condição de facilitador da expansão monopolista do capital para a ampliação 

 

e consolidação de uma política econômica de extração de mais valor, pelo trabalho 

 

O que temos assistido é um cenário onde a realidade social é cada vez mais violenta, e 

 

as relações entre os homens vêm perdendo a dimensão da condição humana, o que se 

 

assiste á a materialização da paisagem da barbárie. Em crise estrutural conforme análise 

 

de István Mészáros no seu livro Para Além do Capital (2002), não há limites, não há 

 

fronteiras para o sistema do capital, os seus constituintes destrutivos avançam de forma 

 

É responsabilidade de nós geógrafos fazermos a leitura geopolítica dos tempos/espaços 

 

das contradições: Estado, Capital, Trabalho buscando resgatar a teoria e a prática que 

 

explicam e tendem a alterar essa realidade.

 

Nesse contexto é que assumimos como tema central o Debate sobre: AS (IR) 

 

RACIONALIDADES DO CAPITAL NOS TEMPOS E ESPAÇO DA BARBÁRIE.

 

Para desenvolvermos esse Debate as atividades e modalidades do III ENGPECT 2015 

 

compreenderão: Conferências com palestrantes nacionais e locais; Mesas Redondas; 

 

Grupos de Trabalho para apresentação das pesquisas do GPECT como também de 

 

forma geral dos estudantes de graduação, mestrado e doutorado, técnicos, representantes 

 

de movimentos sociais, professores da educação Básica e do 3o Grau.

 

DATA: 19 a 21 de agosto de 2015.

 

LOCAL: Auditório da Reitoria da Universidade Federal de Sergipe

 

Mesa de Abertura: AS (IR) RACIONALIDADES DO CAPITAL NOS TEMPOS E 

 

Mesa 1: TERRITÓRIOS AMEAÇADOS: CONFLITOS E RESISTÊNCIAS

 

Mesa 2: EDUCAÇÃO, IDEOLOGIA E PODER

 

Mesa de Encerramento: ESTADO, CAPITAL E ALIENAÇÃO: A PERDA DO 

 

SUJEITO REVOLUCIONÁRIO.

 

C) GRUPOS DE TRABALHO (GTs) 

 

Os Grupos de Trabalho (GTs) constituem Espaços de exposição, reflexão, análise, 

 

discussão, diálogo e, especialmente, de socialização e contribuição de experiências de 

 

produção científica, atuação em projetos, trabalhos de campo etc. e estão articulados 

 

aos Eixos Temáticos. Compreende uma reunião de grupos de pesquisadores (estudantes, 

 

professores e demais sujeitos envolvidos no debate), com trabalhos previamente 

 

enviados e com proximidade temática a partir dos eixos do Encontro. 

 

GRUPOS DE TRABALHO (GTs) e seus Eixos Temáticos

 

GT1: Natureza, Sociedade e Trabalho 

 

GT2: Estado, Território e Políticas de Desenvolvimento.

 

GT3: Território, Territorialidades e Gestão Pública.

 

GT4: Campesinato e Agronegócio.

 

GT5: Movimentos Sociais no Campo: territórios em conflitos.

 

GT6: Educação, ideologia e poder.

 

GT7: Trabalho, flexibilização e precarização.

 

GT8: Crise, e a geopolítica do espaço. 

 

Aracaju, 10 de fevereiro de 2015

 

Comissão Organizadora.

 

Profa Alexandrina Luz Conceição

 

Coordenação do GPECT

 

OBS: AGUARDEM EM BREVE A 2a Circular.

 

SOLICITAMOS AMPLA DIVULGAÇÃO