Muito mais além…

Senhor, peço licença Para uma historia contar, Diante de tudo que vimos Algo vamos destacar.  Nas bandas de Sobradinho Vimos à contradição De um lado está o povo Do outro a […]

Senhor, peço licença

Para uma historia contar,

Diante de tudo que vimos

Algo vamos destacar.

 Nas bandas de Sobradinho

Vimos à contradição

De um lado está o povo

Do outro a tal modernização.

Que para gerar energia

Expulsou comunidades 

E deixou o povo a toa.

Lá em brejo de fora

Isso não posso esquecer

Dona Delita mulher sofrida

Com a barragem viu tudo se perder.

Povo pobre que sofre

Em busca de melhorias

Pessoas inocentes sofrem

Na mais pura covardia.

Hoje estamos aqui

Para experiências trocar

Juntos aos movimentos

Para a luta unificar

Somamos todas as forças

Para os direitos conquistar.

Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho

| Publicado 05/12/2013

A magia do crachá