Ceará se prepara para Encontro Nacional

Na última sexta-feira (23), o Movimento dos Atingidos por Barragens realizou ato político, seguido de noite cultural, na praça da igreja matriz de Jaguaretama, no Ceará. O objetivo foi avaliar […]

Na última sexta-feira (23), o Movimento dos Atingidos por Barragens realizou ato político, seguido de noite cultural, na praça da igreja matriz de Jaguaretama, no Ceará.

O objetivo foi avaliar todo o processo de preparação dos atingidos do estado para o Encontro Nacional do MAB, que acontecerá de 2 a 5 de setembro, em São Paulo.

Na atividade, estiveram presentes coordenadores de grupos de base de diversas comunidades, além de políticos, comerciantes e amigos do movimento.

Para o coordenador nacional do MAB, José Josivaldo Alves de Oliveira, durante os dois anos de preparação das famílias no estado, houve um grande avanço na organização. “A preparação extrapolou o próprio encontro, avançamos na organização e na pertença dos atingidos com o movimento e, além disso, conseguimos fortalecer o laço com nossos parceiros”, avaliou.

Durante o ato, foi discutido o caráter e os objetivos do Encontro, que tem como lema “Água e energia com soberania, distribuição da riqueza e controle popular”. A expectativa é reunir três mil atingidos e atingidas por barragens de 17 estados brasileiros, além de uma delegação internacional com representantes de 20 países.

“Iremos denunciar o atual modelo energético que prejudica e explora os atingidos por barragens e os trabalhadores do setor elétrico, continuar nosso debate sobre a construção do Projeto Energético Popular e, além disso, confraternizar com companheiros e companheiras de vários anos de luta”, afirmou Josivaldo.

O estado do Ceará comparecerá ao Encontro Nacional com 240 atingidos, em uma caravana de seis ônibus.