Ministro da Pesca e Aquicultura inaugura salas multiuso em Estreito

O Ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella,  inaugurou, na tarde da última quarta-feira (20), sete salas multiuso no Complexo Integrado do Pescado, em Estreito, no estado do Maranhão. O local tem […]

O Ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella,  inaugurou, na tarde da última quarta-feira (20), sete salas multiuso no Complexo Integrado do Pescado, em Estreito, no estado do Maranhão. O local tem capacidade para processar e armazenar em câmara fria 1.500 kg de pescado por dia, além de ser usado para capacitação de pescadores e reuniões, beneficiando cerca de 1.500 famílias do Tocantins e Maranhão.

Além das salas, também será disponibilizado caminhões frigoríferos, atracadouros, um centro de processamento do pescado (frigorífero) e um centro de alivinagem. O ministro elogiou as potencialidades naturais da região e a atuação do Movimento dos Atingidos por Barragens pela construção de uma unidade em torno dos direitos das famílias atingidas por barragens, após anos de luta.

Lutas por direitos

As salas multiuso e os direitos conquistados pelos atingidos são fruto de intensas lutas nos últimos anos. Os atingidos pela UHE de Estreito ficaram cerca de um ano acampados em frente ao canteiro de obras entre 2009 e 2010.

Além disso, realizaram uma marcha, entre os meses de agosto e setembro de 2010, de mais de 100 km entre as cidades de Araguaiana e Estreito, reivindicando vários direitos na época negados, como a inclusão dos pescadores como atingidos pelas barragens.

Luiz Abreu de Moura, Coordenador do MAB e presidente da Cooperativa de Pescados e Aquiculturas do Médio Tocantins (COOPERATINS), observou que “este é um momento de comemoração dessa conquista para os nós pescadores do Maranhão, Tocantins e do Brasil, como um marco que aconteceu devido à luta dos trabalhadores”.