Grito dos Excluídos luta por um Estado a serviço da nação e a garantia dos direitos

O Grito é uma manifestação popular dos trabalhadores que acontece na semana da Pátria, em todo o país, tradicionalmente em Aparecida, interior de São Paulo. “O 7 de setembro é […]

O Grito é uma manifestação popular dos trabalhadores que acontece na semana da Pátria, em todo o país, tradicionalmente em Aparecida, interior de São Paulo. “O 7 de setembro é mais que um dia de Pátria. Mais que um momento, que um evento. Faz parte de um processo de lutas por dignidade, cidadania e soberania popular.”, segundo o sociólogo José Carlos Alves Pereira.

O Estado tem o dever de dar à população brasileira o acesso ao sistema de saúde, à educação, terra, trabalho, transporte, moradia e lazer. No entanto, isso acontece de forma precária e, em alguns casos, não ocorre.

Em 2011, o Governo destinou 45,05% (R$708 bilhões) de seu orçamento para o pagamento da dívida pública. Enquanto apenas 4,07% (R$63,93 bilhões) foi gasto com saúde, e 0,02% (R$314,2 milhões) com saneamento, de acordo com as informações da rede Jubileu Sul.  Isso demonstra o descaso com as necessidades básicas da população.

Temos um Estado que prioriza as grandes corporações, e consequentemente, os interesses privados. Como a construção da usina de Belo Monte, paralisada desde 14 de agosto, por causa do desalojamento de povos indígenas e populações ribeirinhas. Assim como as diversas obras que acontecem para a Copa de 2014 e tem desapropriado dezenas de famílias em todo país, além das péssimas condições de trabalho.

Junto com o 18º Grito dos Excluídos, acontece a 25ª Romaria dos Trabalhadores, que neste ano tem como tema “Mãe, 25 anos semeando saúde, moradia e trabalho digno”. “O 18ª Grito dos Excluídos busca potencializar os gritos da gente que a gente não vê, não ouve, não reconhece.”, disse Pereira.

PROGRAMAÇÃO DO DIA 7 DE SETEMBRO DE 2012, EM APARECIDA:

6h00 – Concentração no Porto Itaguaçu – Acolhida, animação e mística.

7h30 – Saída da Caminhada do Porto até a Basílica

9h20 – 18.º Grito dos/as Excluídos/as em frente à Basílica – Pátio João Paulo II

10h00 – Entrada para o Santuário

10h30 – Celebração da 25ª Romaria, na Basílica