Movimentos sociais e centrais sindicais realizam Ato Político em Defesa da Petrobrás na Câmara Municipal de Vereadores de SP

Com o lema “Defender a Petrobrás é defender o Brasil”, diversos movimentos sociais e centrais sindicais do campo e da cidade se reuniram ontem (08 de abril) no Salão Nobre […]

Com o lema “Defender a Petrobrás é defender o Brasil”, diversos movimentos sociais e centrais sindicais do campo e da cidade se reuniram ontem (08 de abril) no Salão Nobre da Câmara Municipal de São Paulo.

O ato foi realizado pelo Mandato da Vereadora Juliana Cardoso, do Partido dos Trabalhadores em parceria com o Sindicato dos Petroleiros de SP e contou com a presença cerca de 400 pessoas de diversos setores organizados da sociedade.

Raimundo Bonfim, da CMP (Central de Movimentos Populares) destacou a importância do ato de ontem:

“É de suma importância um ato como este, sobretudo, dentro da conjuntura que estamos vivendo, com a avanço da direita em diversos setores. Estamos aqui não só para defender a petrobrás, mas também para defender a democracia, a reforma política e os direitos dos trabalhadores, as pautas estão todas relacionadas”, afirmou Bonfim.

O deputado Adriano Diogo destacou a importancia do petróleo para a geopolítica internacional e a importância da luta em defesa da soberania:

“Não estamos sendo paranoicos quando quando alertamos sobre o imperialismo norteamericano. Em toda a história, o petróleo foi motivo de guerra, e aqui vivemos um alto risco. Acabamos de descobrir um dos maiores tesouros da humanidade que foi o Pré-Sal, obviamente muitos estão de olho nessa riqueza”, aponta Adriano.

O coordenador nacional do MAB, e membro da Plataforma Operária e Camponesa para a Energia, Luiz Dalla Costa também participou da mesa e destacou alguns dados sobre a importancia do Pré-Sal. Confira a fala completa de Dalla Costa: